Certificação Halal deveria ser padronizada

A certificação Halal deveria ser padronizada para todos os países islâmicos que compram carnes do Brasil. A afirmação foi do secretário-geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Tamer Mansour, que participou do evento virtual internacional “Qualidade x Quantidade: Aprimorando a cadeia de valor de alimentos halal” promovido pela Câmara de Comércio, Indústria e Agricultura Islâmica (ICCIA, na sigla em inglês) no dia 22 de julho.

Mansour afirmou que existem muitos padrões diferentes de certificação para os exportadores brasileiros atenderem nos diferentes países muçulmanos, como Egito, Malásia, Indonésia, e os países do Golfo Árabe, e que deveria haver uma uniformidade entre as certificações halal para todos os países. “As regras islâmicas deveriam ser unificadas para todos os países muçulmanos”, disse.

Para ler a reportagem completa clique aqui

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *