Uzbequistão tem pressa para fazer crescer sua economia islâmica

O Uzbequistão tem estado ocupado nos últimos dois anos construindo sua economia islâmica. O ex-estado soviético é o país mais populoso da Ásia Central, com a maioria de seus 32 milhões de habitantes muçulmanos.

Após a morte em 2016 do ex-presidente Islam Karimov, que chegou ao poder na era comunista e teve um controle de ferro sobre o país, seu sucessor Shavkat Mirziyoyev prometeu abrir a economia e atrair investimentos estrangeiros. Nos que tange à economia islâmica, o foco do é construir um ecossistema financeiro islâmico, tornando-se acessível aos turistas muçulmanos, e estabelecer vínculos comerciais com as principais economias islâmicas. O turismo também é outra área a ser explorada.

Para ler a notícia completa, acesse!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *