Cocos Halal: a Malásia foi longe demais?

A Malásia estendeu a definição de Halal para o transporte, cosméticos, produtos farmacêuticos, assistência médica e até mesmo serviços bancários.

Os cocos não vêm automaticamente à mente quando se trata de alimentos adequados ao consumo dos muçulmanos. No entanto, a Linaco, a maior empresa de produtos de coco da Malásia, tem certificação halal desde 2000.

De acordo com o diretor executivo Joe Ling, a certificação Halal não era uma exigência, mas ser declarada halal melhorou os negócios: em 2016, a empresa registrou receita de 200 milhões de ringgit (US $ 48 milhões), quatro vezes mais do que em 2009.

Para ler a notícia completa, acesse!

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *