JDE Brasil negocia entrada na Jordânia e Líbano

A JDE Brasil, detentora de algumas das mais conhecidas marcas de café do país, como Pilão e Café do Ponto, está negociando a exportação para os mercados da Jordânia e do Líbano.

A JDE Brasil é responsável por boa parte da exportação brasileira de café torrado e moído. Dados do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) mostram que em 2016 a empresa respondeu por 38% das vendas externas desses produtos. Com sede na Holanda e presença no Brasil desde 1998, será a primeira exportação das marcas brasileiras da JDE para os países árabes.

De acordo com Maurino, a possibilidade de exportar para os países árabes surgiu após a verificação de aumento de interesse da região pelas marcas de café da JDE Brasil. Ele conta que são recebidos muitos visitantes árabes no Brasil, que acabaram tendo contato com os produtos da JDE. “Se identificaram com a qualidade, o sabor e aroma”, afirma. A companhia atua por meio de distribuidores e parceiros.

A empresa também se associou à Câmara de Comércio Árabe Brasileira em 2017. “O convite para fazer parte da Câmara Árabe está alinhado às expectativas da companhia e, consequentemente, concluímos a parceria e nos associamos”, disse o executivo.

A JDE Brasil tem expectativa de manter os negócios com os países árabes em 2018 e ainda expandir as vendas para novos mercados na região, segundo Maurino.

Segundo a pasta, as vendas externas brasileiras somaram US$ 217,746 bilhões no ano passado, um aumento de 18,5% em relação a 2016, pela média diária. A alta, no entanto, foi insuficiente para retomar o recorde de exportações registrado em 2011, quando as vendas externas tinham somado US$ 256 bilhões.

Também cresceram as importações, que fecharam 2017 em US$ 150,745 bilhões, um salto de 10,5% sobre a média diária do ano anterior.

Saiba mais através do link

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *