Estudo aponta tendência de alta na venda de soja aos árabes

Um estudo realizado pelo setor de Inteligência de Mercado (IM) da Câmara de Comércio Árabe Brasileira apontou uma tendência de alta na venda de soja aos árabes. Entre os motivos está o aumento do preço da commodity nos próximos anos no mercado internacional. Há indicações de que o crescimento nas exportações ocorrerá também em nível global.

O IM apontou que o potencial de mercado para o produto se deve à produção de ração animal e ao próprio uso para alimentação humana da soja. O imposto tarifário das vendas de soja do Brasil aos árabes é considerado baixo, o que também favorece o comércio.

É o que já ocorre nas exportações brasileiras à Arábia Saudita, Tunísia, Argélia e Egito. Estes países têm tarifa zero para as importações vindas do Brasil. De 2018 a 2020 os envios do produto se concentraram nesses quatro países.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *