Ministro das Finanças da Indonésia defende certificação Halal menos onerosa

O processo de certificação Halal da Indonésia não deve ser oneroso para as empresas, disse o ministro das Finanças Sri Mulyani Indrawati. Ele defende o uso de tecnologia para simplificar o processo de certificação.

Segundo ele, “a tecnologia pode ajudar a aumentar a competitividade, mas as políticas e as instituições precisam de mais análises para apoiar uma indústria Halal eficiente, inovadora e competitiva”, disse ela.

A Indonésia está em processo de obrigar todos os produtos e serviços não haram a obter a certificação Halal, de acordo com a Lei de Garantia de Produtos Halal de 2014. As regras serão implementadas gradativamente, começando com alimentos e bebidas, passando por medicamentos e cosméticos, entre outros produtos.

Para ler a notícia completa clique aqui

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *