Durante webinar, presidente da FAMBRAS Halal fala sobre o mercado Halal no mundo pós-pandemia

Durante o webinar “A importância do alimento Halal do Brasil para o mundo” realizado ontem (17), o presidente da FAMBRAS Halal, Dr. Mohamed Zoghbi, além de apresentar os números expressivos do mercado Halal, comentou também sobre o cenário atual e o impacto da pandemia de covid-19 no agronegócio.

“A pandemia da Covid-19 é um desafio mundial, mas o trabalho aqui no Brasil não foi interrompido: seguimos cumprindo os acordos celebrados com os países islâmicos. Posturas assim reforçam a capacidade do Brasil de atender às demandas internacionais por produtos Halal e tornam estes clientes ainda mais fiéis. Este é um ponto importante: mesmo em momentos de turbulência no Brasil, os compradores islâmicos permaneceram ao nosso lado, confiando no que é produzido aqui” afirmou Zoghbi.

Presidente da FAMBRAS Halal, Dr. Mohamed Zoghbi.

 

A Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, também se posicionou sobre assunto e garantiu que o país está preparado para dar continuidade ao excelente trabalho agropecuário que vem sendo desenvolvido. “Nosso país tem uma vocação em ser um grande fornecedor global de alimentos seguros e de qualidade para o mundo. Certamente essa vocação se aplica também aos produtos halal. Ao fim da crise, acredito que haverá uma valorização de parceiros tradicionais e que o Brasil se fortalecerá como um parceiro confiável e que prioriza as relações de longo prazo. Assim espero que após a pandemia, as relações já sólidas entre nossos países possam se fortalecer e expandir ainda mais”, declarou.

O Brasil é o maior exportador de proteína animal Halal do mundo, exportando volumes acima de 2,3 milhões de toneladas. Outros setores também vem crescendo dentreo deste mercado como turismo, produtos farmacêuticos, produtos de beleza e higiene pessoal, vestuário, bancos e finanças, logística, armazenamento e distribuição.

O processo de certificação Halal além de análises documentais e de matérias-primas, envolve também a conduta comercial da empresa, como são feitos os abates e como a empresa destina parte de seus lucros para promover benefícios sociais e ao meio ambiente.

Zoghbi destacou também a responsabilidade social como objetivo a ser cumprido desde o início das exportações. “Parte da lucratividade deste mercado é destinado a projetos sociais, assistenciais e culturais para beneficiar pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Um exemplo recente aconteceu no mês de maio, durante esta pandemia. A FAMBRAS Halal mobilizou parceiros e doou 150 mil quilos de alimentos para os mais necessitados. Os alimentos foram distribuídos em vários estados brasileiros com a ajuda das mesquitas, associações islâmicas e entidades sociais. Foram beneficiados milhares de famílias em situação de vulnerabilidade social, independentemente de religião”.

O evento online foi mediado pelo vice-presidente da FAMBRAS Halal, Ali Zoghbi, e teve como palestrantes também o presidente da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Rubens Hannun; o deputado federal Alceu Moreira, que preside a Frente Parlamentar da Agropecuária; a secretária especial adjunta de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Yana Dumaresq; e a presidente do conselho diretor da ABIA – Associação Brasileira da Indústria de Alimentos, Grazielle Parenti.

Palestrantes debatem sobre a importância do mercado Halal

 

Para assistir ao webinar clique aqui

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *