Setor de finanças islâmico registra futuro da alta tecnologia

As finanças islâmicas – uma amálgama da lei da sharia e dos bancos modernos – tornaram-se um negócio de US $ 2 trilhões nas últimas duas décadas, cobrindo tudo, desde títulos a compra de carros.

Mas não é fácil para os muçulmanos decidirem se um investimento é ou não Halal (religiosamente permitido). No entanto, um novo aplicativo, Zoya, está ajudando nesta tarefa. O aplicativo exibe ações listadas nos EUA com base em critérios emitidos pela Organização de Contabilidade e Auditoria para Instituições Financeiras Islâmicas, um dos vários órgãos que definem os padrões financeiros islâmicos.

Para ler a notícia completa clique aqui

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *