Arábia Saudita comprará material genético brasileiro

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebeu, na semana passada, comunicado de que as autoridades sanitárias do Reino da Arábia Saudita aprovaram os modelos de Certificado Zoosanitário Internacional (CZI) elaborados pelo Departamento de Saúde Animal de material genético bovino e avícola provenientes do Brasil. Com isso, estão autorizadas as exportações brasileiras de ovos férteis, pintos de um dia, embriões bovinos “in vivo”, embriões “in vitro” e sêmen bovino.

As negociações sanitárias foram iniciadas no segundo semestre do ano passado, nas quais se identificou como oportunidade de negócio a exportação dessas commodities para o mercado saudita.

Com a aceitação das propostas dos certificados veterinários, Arábia Saudita passa a integrar grupo de cerca de 50 países das Américas, Oriente Médio, África, Europa e Ásia que importam regularmente material genético avícola do Brasil.

Para ler a notícia completa clique aqui

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *