O impacto do Ramadan na economia dos países muçulmanos

O Ramadan, mês sagrado para os muçulmanos, é um período que também impacta positivamente a economia dos países de maioria islâmica. Para se ter ideia, no Paquistão, há um aumento em mais de 50% no consumo de tâmaras, produto que já faz parte da alimentação tradicional do país. Em Meca, a cidade sagrada para os muçulmanos, os hotéis têm todos os leitos ocupados no período, enquanto o governo egípcio prevê consumo 50% maior de alimentos durante o Ramadan se comparado a outros meses do ano, número justificado pelo período em que as famílias se reúnem para realizar as refeições juntas e, também, para promover a caridade.

Esses e outros estudos mercadológicos foram reunidos em uma série de reportagens do site Salaam Gateway e estão disponíveis para consulta, dando um panorama sobre o impacto do Ramadan na economia dos países muçulmanos neste mês sagrado.

Para ler a notícia completa, Clique Aqui!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *