Hajj e Umrah geram US$ 12 bilhões em receita para a Arábia Saudita

Peregrinar à Meca, na Arábia Saudita, é um dos Pilares do Islam. Todos os anos, milhares de muçulmanos do mundo todo fazem o Hajj e necessitam de uma estrutura para serem acolhidos. Assim, a Arábia Saudita procura impulsionar o turismo islâmico, que gera, atualmente, US$ 12 bilhões de receita anual.

Para se ter ideia, as cadeias de hotéis Hilton e Marriott inaugurarão o complexo Jabal Omar, avaliado em US$ 3,2 bilhões, até o final de 2020, com hotéis, restaurantes e shoppings de luxo halal, para ampliar e aprimorar a experiência de peregrinação. A ideia do príncipe herdeiro, Mohammed bin Salman, anunciada há um ano, para diversificar a economia do petróleo, é justamente investir no turismo, também com a peregrinação menor, do Umrah. A questão, agora, é lidar com os vistos de turista, já que a Arábia Saudita só os emite para quem visita Meca e Medina, não os liberando para outras áreas do País.

Para ler a notícia completa, acesse: http://halalfocus.net/saudi-arabia-the-hajj-and-the-year-round-umrah-generate-12bn-in-revenues-from-worshippers/

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *