Jovens liderarão mercado de consumo muçulmano

Os muçulmanos nascidos entre os anos de 1980 e 2000 são chamados de ‘Geração M’ e estão na mira das marcas globais. Especialistas neste público afirmam que, cada vez mais instruídas e desejosas por viver no mundo moderno, essas pessoas liderarão o mercado de consumo muçulmano. O estudo do perfil do consumidor muçulmano vai além: a Ogilvy Noor, consultoria islâmica de branding da Ogilvy & Mather, previu que as jovens mulheres muçulmanas liderarão o consumo muçulmano, pois têm maior renda disponível, com nível de educação superior e taxas de emprego elevadas.

De posse de dados mais amplos dessas pesquisas, indústrias e redes varejistas já se preparam para agradar à Geração M e fidelizá-la: no início deste mês, a marca de cosméticos US CoverGirl escolheu a blogueira de beleza muçulmana Nura Afia como embaixadora de beleza vestindo um hijab, enquanto  empresas de vestuário de moda rápida, como Uniqlo e H & M, estão lançando produtos voltados para os fashionistas muçulmanos à medida que avançam para o mercado do Sudeste Asiático e Dolce & Gabbana lançou sua coleção de abaya e hijab pela primeira vez como uma marca de luxo este ano.

Leia a matéria completa!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *